Proteção Civil

 

A Protecção Civil é uma actividade desenvolvida pelo Estado e pelos Cidadãos, com a finalidade de prevenir riscos colectivos, inerentes a situações de acidente grave, catástrofe ou calamidade, de origem natural ou tecnológica (sempre que não tenha sido possível evitá-lo), atenuar os seus efeitos e socorrer as pessoas em perigo.

As acções de protecção civil desenvolvem-se, fundamentalmente nos Domínios da Prevenção, do Planeamento e do Socorro .

O Estado desenvolve e regula a actividade de protecção civil com base num conjunto de princípios, objectivos e orientações, consagrados na Lei de Bases da Protecção Civil .
Os cidadãos assumem-se, simultaneamente, protagonistas e agentes de protecção civil no direito à informação sobre os riscos que correm no seu dia-a-dia e na adopção de medidas preventivas e comportamentos de autoprotecção em situação de emergência.

 

Divisão de Proteção Civil

Quartel dos Bombeiros Municipais de Tomar

Rua de Santa Iria

2300-475 Tomar
Tel. 249 324 030
Fax. 249 329 827
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental

Tel. 914 915 986 / Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Bombeiros Municipais de Tomar

Tel. 249 329 140 / Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Gabinete Florestal – tel. 249 324 140
Promoção Ambiental – tel. 249 324 849

 

icon facebook32 www.facebook.com/277018075653892

 

Plano Municipal de Emergência

O Plano Municipal de Emergência da Protecção Civil de Tomar, foi aprovado na Reunião de Câmara de 14 de Dezembro de 1998, tendo sido elaborado no âmbito dos serviços.

Entre outras áreas de acção, destaca-se a defesa da floresta, com a elaboração anual do  Plano Municipal da defesa da floresta contra incêndios. O Plano que actualmente vigora, foi elaborado a 18 de Dezembro de 2006, com o parecer favorável da Direcção Geral dos Recursos Florestais.

 

icon pdf pequeno Plano de Emergência Municipal

 

Planos de Emergência

• Análise de riscos e elaboração de estudos de segurança;
• Planeamento de situações de emergência;
• Informação e sensibilização da população;
• Formações diversas;
• Operações;
• Reabilitação.

 

Inundações

Saiba como agir em caso de inundações. Para diminuir os danos é importante ter conhecimento dos procedimentos que podem aumentar a sua segurança.

Algumas inundações podem prever-se através da análise das condições meteorológicas, níveis de água nos rios e barragens, contudo, chuvas fortes e repentinas geralmente não dão tempo para avisar as populações.
Para diminuir os prejuízos materiais, ou mesmo perdas humanas, particularmente quem vive numa zona de risco deve manter-se informado acerca dos procedimentos adequados que lhe permitam aumentar a segurança.


Antes da inundação:

- Identifique pontos altos onde possa refugiar-se.
- Faça uma pequena lista de objectos importantes a levar em caso de evacuação.
- Prepare um estojo de emergência com rádio e lanterna a pilhas, pilhas de reserva, material de primeiros socorros, medicamentos essenciais e agasalhos.
- Tenha sempre uma reserva, suficiente para 2 ou 3 dias, de água potável e alimentos enlatados.
- Mantenha a limpeza do quintal ou jardim, principalmente no Outono devido à queda de folhas.
- Arranje um anteparo de metal ou madeira para a porta da rua.
- Pondere a hipótese de fazer um seguro da casa e do recheio.


Na eminência de uma inundação:

- Acondicione num saco de plástico os documentos e objectos pessoais mais importantes.
- Tenha à mão o estojo de emergência.
- Transfira os alimentos e objectos de valor para os pontos mais altos de casa.
- Solte os animais domésticos, eles tratam de si próprios.
- Leve o gado para locais seguros.
- Feche bem, e coloque em lugar seguro, as embalagens de produto poluentes ou tóxicos (insecticidas, pesticidas, etc.)
- Coloque um anteparo á entrada da casa.
- Retire, do quintal ou jardim, objectos que possam ser arrastados pelas águas e entupir os sistemas de escoamento.


Durante a inundação:

- Seja prático. Mantenha a serenidade.
- Procure dar apoios a quem mais necessite (crianças, idosos ou deficientes).
- Desligue a água, gás e electricidade.
- Beba apenas água engarrafada.
- Não coma alimentos que estiveram em contacto com água da inundação.
- Não ande descalço.
- Não vá, só por curiosidade, aos locais mais atingidos.
- A água pode esconder muitos perigos. Se tiver que andar através dela faça-o em segurança. Pode usar um chapéu-de-chuva uma bengala ou um pau para ajudar.
- Não entre na enchente. Corre risco de ser arrastado pela corrente.
- Não utilize o carro numa zona de inundação. Pode ser arrastado.
- Para pedir socorro utilize um pano, uma lanterna a pilhas, etc.
- Não ocupe as linhas telefónicas. Use o telefone só em caso de emergência.


Em caso de evacuação

- Não perca tempo. Respeite as orientações que lhe forem dadas.
- Leve os seus documentos (bilhete de identidade, cartão de utente da segurança social, etc.), bem como o dinheiro ou outro meio de pagamento.
- Leve os pertences pessoais indispensáveis, o estojo de emergência, uma garrafa de água e alimentos enlatados ou embalados.
- Feche à chave as portas que dão para o exterior.


Depois da inundação:

- Faça um inspecção rápida à sua casa. Saia se ameaçar ruir.
- Se houver evacuação regresse só depois de lhe ser dada essa indicação.
- Não toque em cabos eléctricos caídos. Pode ficar electrocutado.
- Tenha especial cuidado com aparelhos eléctricos ou a gás, se atingidos pela inundação. Chame um técnico para as examinar.- Verifique o estado das substâncias inflamáveis ou tóxicas que possa ter em casa.
- Deite fora a comida (mesmo a embalada) e medicamentos se estiverem em contacto com água da inundação.
- Beba apenas água engarrafada ou fervida.
- Comece as limpezas da casa pelas zonas mais altas.
- Não ande descalço. Se necessário use luvas de protecção
- Facilite o trabalho das equipas de limpeza da via pública.

 

Apresentação PowerPoint: Inundações

 

icon pdf pequeno Folheto informativo


Espaços públicos

Conheça os cuidados a ter quando se encontra em espaços públicos com grandes multidões. Evite entrar em pânico.

Regras de segurança

As grandes concentrações de pessoas podem só por si gerar diferentes ameaças que agravam o efeito de fenómenos como incêndios, sismos, queda de bancadas ou outros. Não é raro que as tragédias ocorram, exclusivamente, devido à desordem e pânico causados por emergência real ou imaginada como tal. Na maioria dos casos a solução dependerá de comportamentos calmos e ordeiros.
O pânico numa multidão pode ocasionar reacções inesperadas, e mesmo violentas. Tenha especial cuidado com esta ameaça, em espectáculos mas também noutros espaços públicos, nomeadamente nos estádios de futebol e restantes recintos desportivos, concertos, manifestações, festas populares, bares, discotecas, cinemas, teatros e centros comerciais.

Promova o civismo. Evite o pânico. Siga e divulgue as recomendações aqui enunciadas.

O que fazer antes?

 - Leve as crianças pela mão. Preste especial atenção aos idosos ou a quem apresenta alguma dificuldade, nomeadamente motora, visual ou auditiva.
 - Combine um ponto no exterior do recinto, para se reunir com quem vai acompanhado, caso se perda.
 - Observe se o local cumpre as regras de segurança necessárias para lá permanecer.
 - Se verificar que o local apresenta algum tipo de perigo retire-se, não vale a pena correr riscos.
 - Não assista aos espectáculos em lugares perigosos (ex.: telhados ou sentado em vedações).
 - Observe e memorize a localização das saídas, inclusive as de emergência.
 - Não lance para o ar garrafas ou outros objectos contundentes.
 - Para os estádios de futebol não é permitido levar objectos que possam pôr em risco a segurança dos espectadores (ex.: em vidro, pirotécnicos, incendiários, contundentes, facas ou canivetes e chapéus de chuva).


O que fazer durante?

 - Tranquilize quem se encontra junto a si.
 - Abandone o local calma e ordeiramente. Não corra; muitos acidentes graves dão-se porque as pessoas se empurram e atropelam.
 - Não se dirija para a saída mais utilizada pela multidão sem primeiro pensar se há outras mais seguras por onde possa sair.
 - Em caso de incêndio nunca use os elevadores. Vá pelas escadas.
 - Avise os organismos de socorro, em situação de emergência pessoal ou colectiva.
 - Não grite nem fomente violência. Se presenciar discussões ou actos de violência procure afastar-se do local. Não participe e informe as autoridades.
 - Siga as indicações das autoridades que se encontram  no local para salvaguardar a sua segurança. Recorra a elas sempre que julgue necessário.

O que fazer depois?


 - Saia do local ordeiramente se não tem um papel útil no local.
 - Colabore no que for necessário, mas não interfira no trabalho das equipas de socorro e de segurança.
 - Os primeiros socorros mal prestados podem ocasionar lesões ou agravar as existentes
 - Se  não tiver preparação não mexa nas vítimas a não ser que corram grave perigo se não o fizer (ex.: caso de incêndio, risco de queda ou esmagamento).

 

icon pdf pequeno Folheto informativo


Segurança no local de trabalho

No local de trabalho a distracção ou a negligência podem estar na origem de acidentes graves. Interesse-se pela sua segurança e aprenda a reconhecer as situações de risco.

Disposição do mobiliário

 - Nunca tape as saídas de emergência e as escadas.
 - As secretárias, armários ou outros equipamentos e matérias, não devem obstruir passagens e saídas.
 - Nunca deixe, nos caminhos de passagem, os fios das ligações de equipamento informático ou eléctrico.
 - Não deixe abertas as gavetas dos armários ou ficheiros.


Prevenção de incêndios

 - Não coloque as pontas dos cigarros nas prateleiras ou cestos de papéis.
 - Não fume nas salas de arquivo ou nas arrecadações.
 - Desligue todo o equipamento eléctrico antes de abandonar o escritório ou a sala de trabalho.
 - Nunca tape nem pendure roupas ou outros objectos nos extintores.
 - Saiba onde se encontram os extintores e aprenda a usá-los. Verifique se foi feita a inspecção.


Outros conselhos úteis

 - Mantenha os arquivos devidamente limpos e arrumados.
 - Afaste de qualquer fonte de calor (lâmpadas, focos, etc.) papeis ou outras matérias facilmente inflamáveis.
 - Ligue os equipamentos eléctricos a tomadas com “terra”.
 - Não sobrecarregue os elevadores, use-os correctamente.
 - Tenha sempre uma caixa de primeiros socorros no local de trabalho.
 - Se notar qualquer anomalia nos equipamentos ou instalação, avise o seu superior ou responsável pela segurança.
 - Aprenda a utilizar os extintores.


Ondas de calor

Saiba o que fazer em dias de muito calor, nomeadamente quando vai em viagem.

- Ingira água ou outros líquidos não açucarados com regularidade, mesmo que não sinta sede.
Pessoas que sofram de epilepsia, doenças cardíacas, renais ou fígado ou que tenham problemas de retenção de líquidos, devem consultar um médico antes de aumentarem o consumo de líquidos.
Se tem idosos em casa, faça-os beber pelo menos mais de um litro de água por dia além da que bebem regularmente. Eles poderão rejeitar mas deverá insistir.
- Procure manter-se dentro de casa ou em locais frescos. Se tiver que sair à rua nas horas de maior calor, proteja-se usando um chapéu ou um lenço.
- Em casa, durante o dia, abra as janelas e mantenha as persianas fechadas, de modo a permitir a circulação de ar. Durante a noite, abra bem as janelas nelas que o ar circule e a casa arrefeça.
- Vista roupas leves de algodão e de cores claras. As cores escuras absorvem mais calor. Evite usar vestuário com fibras sintéticas ou lã. Provocam muita transpiração podendo levar à desidratação.
- Evite fazer exercício físico ou outras actividades que exijam muito esforço.
- Um pequeno duche de água tépida arrefece o corpo rapidamente, aumentando o seu conforto. Se o seu corpo estiver muito quente, não deve tomar banho de água muito fria.
- Se for à praia, faça-o nas primeiras horas da manhã ou ao fim do dia. Mantenha-se à sombra, use chapéu, óculos escuros e cremes de protecção solar.


Em viagem:

- Viaje de preferência a horas de menos calor ou à noite.
- Quando viajar de automóvel, faça-o por períodos curtos. Se tiver de fazer grandes viagens, leve consigo água ou outros líquidos não alcoólicos em quantidade suficiente.
- Proteja os passageiros do sol cobrindo as janelas com telas apropriadas que não dificultem ou prejudiquem a condução.
- Nunca viaje com as janelas fechadas a não ser que o seu carro tenha ar condicionado.
- Se viajar com crianças, mantenha-as o mais arejadas possível, vestindo-lhes o mínimo de roupa e dando-lhe frequentemente água a beber.
- Se viajar com bebés, tenha em atenção que o leite é sua refeição normal e que no intervalo entre as mamadas devem beber bastante água.
- Tenha atenção aos idosos que viajam consigo. Não devem vestir de negro nem roupas de fibra sintética e devem, também beber um suplemento de águas.
- As refeições devem ser ligeiras, sopas frias ou tépidas, saladas, grelhados, comidas com pouca gordura e poucos condimentos, acompanhadas, de preferência, com água e, se não for diabético, sumos de frutas.
- Coma pouca quantidade de cada vez e muitas vezes ao dia.

 

icon pdf pequeno Folheto informativo

 


Incêndios em casa

A maioria dos incêndios em casa dá-se devido a problemas com a rede eléctrica, rede de gás ou fontes de calor. A cozinha é o local onde muitos incêndios têm origem.

Rede Eléctrica:

 -  Não faça reparações improvisadas.
 -  Substitua os fios eléctricos em mau estado.
 -  Use fusíveis adequados.
 - Evite sobrecarga – não ligue demasiados   aparelhos na mesma tomada, principalmente os de elevado consumo (ex.: máquina de lavar roupa ou loiça e aquecedores).
 - Nunca apague com água um incêndio de origem eléctrica. Há perigo de curto-circuito.
 - Não aproxime água de instalações eléctricas. Há perigo de ficar electrocutado.


Rede de Gás:

 - Faça a revisão periódica das tubagens. Para verificar se há fugas aplique água com sabão. Nunca utilize uma chama.
 - Se detectar alguma fuga chame de imediato um técnico qualificado.


Se cheirar a gás:

 - Não faça qualquer tipo de chama.
 -Não ligue nem desligue interruptores ou aparelhos eléctricos.
 - Abra janelas.
 - Feche as válvulas de segurança do contador e corte do redutor.
 - Contacte de imediato um técnico qualificado.

Fontes de calor:
 
 - Afaste os aquecedores de móveis.
 - Não seque a roupa nos aquecedores.
 - Afaste os produtos inflamáveis de uma fonte de calor.
 - Guarde os líquidos inflamáveis em recipientes fechados e coloque-os em locais ventilados.
 - Proteja devidamente a lareira para que não se torne um foco de incêndio.
 - Não abandone velas acesas ou mal apagadas
 - Nunca se esqueça do ferro de engomar ligado

 

icon pdf pequeno Folheto informativo


Incêndios florestais

Os incêndios florestais são uma das principais catástrofes em Portugal. Constituem uma fonte de perigo para as pessoas e bens, além de provocarem danos ambientais. As causas são muito variadas, mas muito dão-se por descuido humano. Nos dias mais quentes, com vento e humidade baixa, o risco de incêndio é maior. Aumente a sua atenção.

Se mora junto a uma área florestal:

- Limpe o mato á volta da sua habitação.
- Separe as culturas com barreiras corta-fogo (por exemplo um caminho)
- Guarde, em lugar seguro e isolado, a lenha, o gasóleo e outros produtos inflamáveis.
- Afaste da madeira, papel, roupa ou outros materiais combustíveis, as velas e candeeiros a petróleo ou a gás.
- Nunca deixe as crianças sozinhas em casa e fechadas à chave. Não as deixe brincar com fósforos ou isqueiros.


Tenha sempre à mão:

- Algo com que possa extinguir um foco de incêndio (extintor, mangueira, enxadas, pás).
- Rádio e lanterna a pilhas, pilhas de reserva, material de primeiros socorros e sapatos fortes e isolantes do calor.


Prepare e treine com a sua família:

- Um plano de evacuação de sua casa.
- Um ponto de encontro ou um modo de contacto, para evitar ficarem separados durante um incêndio.


Se for passear á floresta:

- Não deite fósforos ou cigarros para o chão.
- Não deite pela janela do automóvel cinzas ou pontas de cigarro.
- Leve a refeição preparada. Não acenda fogueiras.
As fogueiras só podem ser feitas nos locais próprios, e com seguintes cuidados especiais:

. Remova as folhas secas;
. Ponha um círculo de pedras em redor do fogo;
. Molhe bem o local á volta;
. Mantenha por perto um recipiente com água;
. Vigie-a atentamente;
. Apague-a muito bem com água e terra;
. Nunca faça fogueiras em dia de muito vento;
. Não abandone na floresta nenhum lixo, incluindo garrafas de vidro.

Queimadas e foguetes são causas de muitos incêndios florestais.

- Antes de fazer uma queimada peça autorização à Câmara Municipal e informe-se das condições de segurança junto dos bombeiros da sua área.

- Não faça queimadas nas proximidades das florestas, especialmente em dias secos com muito vento.
- Diga aos seus vizinhos quando as vai fazer.
- Durante a queimada tenha sempre à mão enxadas, pás, mangueiras e outras ferramentas.
- Também a queima de lixo é causa de incêndios. Não a faça no interior das florestas, nem numa distância inferior a 100 metros dos seus limites.
- Para o lançamento de foguetes, ou outro fogo-de-artifício, é necessária a autorização prévia da GNR ou PSP.
- O lançamento de foguetes não pode ser feito no interior das florestas, devendo manter-se uma distância de segurança de 500 metros.

 

icon pdf pequeno Folheto informativo

 

Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios:

icon pdf pequeno Caderno 1

icon pdf pequeno Caderno 2

icon pdf pequeno Plano Operacional Municipal

 


Sismos

Apresentação PowerPoint: Sismos

Seca

Apresentação PowerPoint: Seca

 

LICENCIAMENTO DIGITAL

 

plantasonline

 

licenciamentozero

249 329 800

Câmara Municipal


presidencia@cm-tomar.pt


Praça da República 

2300-550 - Tomar 

Logo face net cópia