logo-CMT 230 horizontal

Tomar celebra José-Augusto França: Cem anos - crónicas de um percurso por quem o acompanhou

O segundo volume dos Cadernos Culturais Nabantinos, revista cultural do Município de Tomar, é uma obra fundamental sobre José-Augusto França, ao reunir 26 testemunhos de quem com ele com-viveu, que ajudam a entender a sua personalidade fascinante e multifacetada. Foi lançado no sábado, no Núcleo de Arte Contemporânea (NAC) que acolhe a sua coleção, no âmbito das comemorações do centenário desta figura maior da cultura portuguesa, nascida em Tomar em 16 de novembro de 1922.
Com o quadro de Noronha da Costa como pano de fundo, o lançamento da revista foi feito no passado sábado, no piso superior do NAC, escasso para os muitos participantes que, como foi referido, se sempre com a boa disposição que dele emanava, quiserem mostrar a sua amizade e consideração pelo Professor França, entre os quais diversas figuras de relevo nacional, de que se destacava José de Guimarães, autor da “Árvore azul” que é o ex-libris do museu.
Na mesa, encontravam-se a vereadora da Cultura da Câmara de Tomar, Filipa Fernandes, e duas das coordenadoras científicas desta edição, Cristina Azevedo Tavares e Raquel Henriques da Silva (faltava da equipa coordenadora Ana Tostões, que não teve oportunidade de estar presente).
A sessão foi, acima de tudo, um tributo ao homenageado que, nos anos noventa, escolheu a cidade natal como destino da sua vasta coleção artística, fruto essencialmente da amizade e camaradagem com os artistas, e de que o NAC é o resultado. É nesse espaço, aliás, que têm decorrido a maior parte das atividades comemorativas, que incluem visitas acompanhadas e a apresentação da peça audiovisual de Homem em Catarse e Francisco Pedro Oliveira, “O França”, que tem por base uma encomenda criativa feita pelo Município de Tomar. Ficará patente até 2 de dezembro, dia em que encerra o programa comemorativo, precisamente com a apresentação em palco desta peça num concerto da dupla, às 21h30, no Cine-Teatro Paraíso.
Regressando aos Cadernos Culturais Nabantinos, de referir que incluem artigos de uma significativa diversidade, como se pode comprovar pela longa lista: Ana Tostões, Ângela Ferraz, Carlos M. Couto S. C., Cristina Azevedo Tavares, Cristina Castel-Branco, Duarte Azinheira, Fernando António Baptista Pereira, Fernando Rosa Dias, João Pinharanda, José Custódio Vieira da Silva, José de Guimarães, José Quaresma, Laura Castro, Maria de Aires Silveira, Maria Helena Ribeiro dos Santos, Maria João Castro, Maria João Lello Ortigão de Oliveira, Mariana Pinto dos Santos, Miguel Figueira de Faria, Pedro Lapa, Pedro Soares, Raquel Henriques da Silva, Sandra Leandro, Sílvia Tavares Chicó, Teresa Desterro e Vítor Serrão.
Com periodicidade anual, a vereadora Filipa Fernandes levantou já o véu sobre o próximo volume dos Cadernos, em 2023, que será dedicado à temática templária, no âmbito do II Colóquio Internacional da Rede Templária Europeia.

 

Fotogaleria

cadernos-culturais

 

btt-transmissoes-online

 

btt-RH

 

bottom-minha-rua-a

 

 

 

btt-agenda-dez1-2022

 

btt-COVID-19

 

bottom-farmacias-servico-a 

 

 

btt-agenda-online-2022

 

btt-servicos-online copiar

 

bottom-reclamacoes-a

 

 

 

btt-site-visit-tomar

 

btt-monos-e-outros

 

btt-oferta-emprego1

 

 

 

Esta página utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Para mais informações consulte a politica de privacidade .

Aceitar utilização de cookies
Politica de cookies